Segurança no Ensaio Newborn!

Leia atentamente antes de fazer seu ensaio Newborn!

Excelente texto feito pelas enfermeiras e fotógrafas Gabi e a Camila, da SiS Foto e Design, o qual já tivemos a oportunidade de estar presentes no curso e aprender mais sobre o recém-nascido (clique aqui para ver matéria), sem colocar o mesmo em risco e estar preparados para situações de emergência!

A fotografia newborn não é brincadeira, estamos lidando com vidas, e não brinquedos. Hoje em dia muitas pessoas se aventuram pelo simples fato do newborn estar na "moda", porém antes de entrar nesse mundo é preciso estudar e aprender muito sobre o assunto, não apenas saber o lado da fotografia.

Não esqueça na hora de contratar um profissional para fotografar seu bebê, de perguntar sobre a experiência e cursos sobre o assunto!

Não procure preço, procure segurança, responsabilidade e VALOR! Seu recém-nascido merece o melhor.

Segurança no Ensaio Newborn – o básico

O recém-nascido é um ser único, frágil e imaturo. Suas defesas ainda estão em formação, assim como todos os sistemas do seu corpo.
A segurança do recém-nascido não é opcional, é obrigatória. Ela deve ser sempre a prioridade durante um ensaio newborn. Sem toda a segurança necessária, o ensaio não deve ser realizado.
O fotógrafo deve estar preparado para cuidar do bebê recém-nascido da melhor maneira possível. Tudo que acontece ao bebê/família no ensaio é de responsabilidade do fotógrafo e precisamos prezar pelo seu bem-estar durante todo o ensaio. Nossa responsabilidade é imensa já que o bebê é o bem mais importante daquela família.

Alguns itens são essenciais quando se realiza o ensaio:

- Temperatura ideal, em torno de 27 a 28 graus: o bebê ainda não tem controle da temperatura corporal, se ele fica em um ambiente mais frio, a tendência do seu corpo é esfriar, se o ambiente está muito aquecido, o corpo também aquece. Para termos esse controle, o ideal é ter sempre ao lado um termômetro com higrômetro, que mostra também a umidade do ar. A umidade deve ser controlada pois um ambiente muito seco pode levar o bebê a desidratação mais rapidamente, caso ele não tenha reposição de líquidos efetiva.

- Local adequado para o ensaio: seja externo, em estúdio, ou na casa do cliente, o ambiente deve ser adequado para receber um recém-nascido. O estúdio deve ser limpo e desinfetado periodicamente, assim como todos os materiais e acessórios utilizados na sessão (a cada sessão). Na casa do cliente, o ambiente onde será feito o ensaio, também deve estar limpo e desinfetado.

- Para sua maior segurança, em ensaios externos, o bebe deve ser posicionado em um ambiente fechado com temperatura e umidade controlados. Além disso, deve estar sempre com uma roupinha ou coberto com uma fralda de tecido ainda que o ambiente externo esteja quente e úmido. Quando ele já estiver devidamente posicionado e o ambiente externo estiver apropriado (livre de insetos, inseticidas e/ou produtos para controle de pragas, nem sol batendo direto), o bebê deve ser fotografado e em poucos minutos ele deve retornar ao ambiente controlado.

- O fotógrafo e assistente precisam conhecer profundamente o bebe recém-nascido, estudar sobre ele, aprofundar seus conhecimentos sobre as fases do sono, sobre amamentação, sobre as suas necessidades fisiológicas para atender o bebê da maneira mais segura possível.

- A pele do RN é de 40 a 60% mais fina que a de um adulto ou criança mais velha. Para tocar/posicionar um RN devemos estar com unhas curtas e lixadas e sem adornos que possam arranhar a pele frágil do bebê. A pele do bebê nunca deve encostar no prop, pois normalmente as superfícies são ásperas e podem causar alguma lesão. Um arranhão na pele do bebê pode ser uma porta de entrada para microrganismos e início de uma possível infecção.

- A higiene das mãos é a principal medida para a prevenção de transmissão de microrganismos. Ela deve ser feita com o produto certo (na grande maioria das vezes é o álcool em gel), da forma correta e nos momentos essenciais. O produto alcoólico mata 99,9% dos microrganismos que estão nas nossas mãos. Se tocarmos em superfícies contaminadas como: cabelo, chão, celular, câmera, por exemplo, devemos higienizar as mãos novamente antes de tocar o RN. Antes e após trocar a fralda do bebe a higiene das mãos também deve ser realizada. Antes, para não contaminar a uretra do bebe e após para não deixar sua mão contaminada e, assim, contaminar o ambiente ou outras pessoas.

- A cabeça do RN representa 1/3 do seu corpo tanto em volume como em peso. Ela deve estar 100% do tempo apoiada por um adulto e não pode sofrer movimentos bruscos para preservar a sua integridade e evitar lesões na coluna cervical, além de traumas.

- Poses mais elaboradas: sempre devem ser feitas com fusão de duas imagens. Como exemplo a pose do sapinho, na primeira imagem o assistente apoia com delicadeza a cabeça do bebe e o fotógrafo faz a foto; na segunda imagem os braços do bebê são apoiados para a foto. Eventualmente, o bebê pode se manter sozinho nessa posição, mas sua estrutura musculoesquelética não está madura o suficiente para se manter nessa posição sem risco de lesão e/ou trauma. O recém-nascido é um ser ainda em formação, ele é mais flexível por possuir mais cartilagens e ossos que o ser humano adulto, mas isso não quer dizer que podemos colocá-los em qualquer posição sem nenhum risco. A região cervical do bebê é frágil e necessita de apoio constante para não sofrer nenhuma lesão. As articulações e musculatura também são frágeis, assim como seus ossos. Toda manipulação deve ser gentil e respeitar os limites do recém-nascidos e feitas com cautela e segurança. Nenhuma posição deve ser forçada.

- Sempre que o bebê estiver posicionado para a foto um assistente deve permanecer ao seu lado pois, caso ele se mexa ou apresente algum reflexo essa pessoa está pronta para ampará-lo imediatamente. Caso o fotógrafo não trabalhe com assistente, sempre deve pedir para o pai ou para a mãe ou outra pessoa presente no ensaio para ficar sentado ao lado da criança. Essa pessoa deve manter a atenção voltada para o bebê 100% do tempo. Jamais dar as costas para o bebê.

- O bebê não deve ser exposto ao vento. Ele tem uma pele proporcionalmente grande em relação ao seu peso e ele perde calor muito facilmente. Ele também perde calor ser exposto a fralda úmida. Assim, se o bebê elimina xixi ou cocô no local onde ele está posicionado, além de limpar o bebê, a manta/prop deve ser trocada, uma vez que as excreções do bebê em pouco tempo ficam frias e também roubam calor do corpo.

- Ao oferecer a mamadeira para o bebê, eleve cabeça e ombros para evitar o risco de bronco aspiração no caso de regurgitação.

- O fotógrafo não deve beijar o bebê. Na realidade nem os pais devem beijar os bebês. Temos microrganismos que estão na nossa boca/saliva que podem levar contaminação à pele do bebê.

- Fotógrafos: Escolham bem seus mentores, pois isso vai fazer diferença na sua vida e na de outras pessoas/ famílias também.

- Pais, procurem bem seus fotógrafos. Seu filho é o seu bem mais precioso.

Para concluir, repetimos e repetiremos sempre que a segurança do recém-nascido é o mais importante em um ensaio newborn. A fragilidade do bebê deve ser respeitada pois ele se encontra em uma fase delicada, que requer muito carinho, cuidado, amor e dedicação. A família encontra-se também fragilizada e vê no fotógrafo uma fonte de referência para assuntos que são novos para eles e muitas vezes assustadores. O fotógrafo precisa estar preparado em todos os sentidos para além de dar segurança para o bebê, conseguir demonstrar aos pais, através do amor e do cuidado, uma base de conhecimento sólida e comprometida com a vida que está em suas mãos.

Para maiores informações também é possível acessar o site: http://sisfotoedesign.com.br/cursos/seloEUSEI/

© 2020 Mundo Novo Fotografia. Todos os direitos reservados.